Essa foi a minha quarta vez nas Cataratas do Iguaçu, mas a primeira com meu bebê, portanto de todas as visitas, essa foi a mais cheia de emoção!

O lugar é extremamente magnífico e imponente! Uma obra-prima da natureza e com a companhia do nosso baby, o passeio ficou muito mais divertido!

Mas e aí? Funcionou bem? Gente, que organização para receber e garantir total conforto e segurança para os pequenos! Me impressionei de verdade como tudo funcionou no passeio e o mais importante, com nota 10 nos quesitos prioridade e acessibilidade!

Achei tudo o máximo! O passeio foi incrível e eu super indico para toda a família! Ah, o meu filhote tinha 10 meses na época. 🙂

Cataratas do Iguaçu com bebê

Seguem algumas dicas que podem ajudar bastante durante o passeio às Cataratas do Iguaçu com bebê:

1° Dica: Filas prioritárias

Aproveite as filas prioritárias. Foram super rápidas no Centro de Visitantes, tanto na compra dos ingressos quanto para pegar o ônibus que nos leva até o Parque Nacional do Iguaçu.

Aliás, outro fato também me chamou bastante atenção: no dia da nossa visita, não estava tão cheio, porém uma multidão se formou para pegar o elevador que leva ao ponto mais alto para se admirar as Cataratas. Era tanta gente que sequer conseguíamos chegar perto para tentar nossa prioridade.

Contudo, algo surpreendente aconteceu, um funcionário do Parque apareceu abrindo caminhos para nos levar até a porta do elevador. Achei bem bacana a preocupação com a prioridade.

Ponto mais alto para admirar as Cataratas do Iguaçu

2° Dica: Roteiro

Acho que o roteiro mais confortável para os pequenos e para os papais é saltar na Parada Trilha das Cataratas (a penúltima) e aproveitar o mirante. O ponto rende boas fotos e dá para admirar o cenário com mais amplitude.

Depois, a maioria das pessoas faz a trilha até as Cataratas. Eu já fiz e adianto que é bem complicado ir empurrando o carrinho do bebê ou até mesmo cansativo se o baby estiver no  Canguru. Portanto, minha dica é pegar o ônibus de novo e descer na última parada (Estação Espaço Porto Canoas). Chegando nesse ponto, é só caminhar um pouco até a entrada para pegar o elevador que dá acesso às Cataratas. Funcionou super bem para gente, sem nenhuma dificuldade.

::: Siga minhas viagens ao vivo pelo instagram/@tecontonavolta
::: Curta minha página no facebook/tecontonavolta

Leia mais no blog: Foz do Iguaçu com bebês: dicas e passeios

Cataratas do Iguaçu com bebê

Mirante da Parada Trilha das Cataratas

3° Dica: Quatis! Atenção!

Evite levar qualquer tipo de alimento por causa dos quatis. Difícil seguir isso quando temos um bebê né? Portanto, se tiver que levar qualquer tipo de comidinha ou frutas, esconda bem e não dê bobeira.

Eles são tão malandros que carregam até as mochilas por causa dos alimentos. Eu passei mais tempo afastando os bichinhos do carrinho do Martín, do que nas filas do Parque. E só tinha leite em pó.

Aliás, para evitar problemas na hora do mamá, entramos na lojinha de souvenir para não corrermos o risco de furto de mamadeiras.

Cataratas do Iguaçu com bebê

Meu baby amou os menores infratores

4° Dica: Garganta do Diabo

Conseguimos ir até o início da passarela que dá acesso à Garganta do Diabo empurrando o carrinho do baby, mas não me atrevi a ir muito longe. Já estava molhando bastante e tudo que não queríamos era bebê doente na viagem. Portanto, se quiserem uma aventura maior, não esqueça a capa de chuva.

Cataratas do Iguaçu com bebê

Martín encantado com o espetáculo

5° Dica: Relepente

Repelente nas crianças sempre! Principalmente se o passeio for à tarde!

Então é isso, papais. A nossa impressão foi a melhor possível na visita às Cataratas do Iguaçu com o nosso bebê ! O Parque está super preparado para receber nossos pequenos viajantes! ♥♥♥

::: Siga minhas viagens ao vivo pelo instagram/@tecontonavolta
::: Curta minha página no facebook/tecontonavolta